VideoBar

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

Translate

23 de jun de 2016

O que você acha de Apóstolo nos dias de hoje?


Há Apóstolos ainda hoje? 


          Eu particularmente achei esta matéria muito interessante, porem sei que é polêmica e vai gerar comentários e especulações. 
          Deixo bem claro que não sou contra ministério Apostólico de ninguém, apenas conheço e prossigo em conhecer nosso Deus maravilhoso por meio de sua Palavra, bem como tenho minha opinião deixo livre para pensarem como quiserem.
Pr. Jeferson



Atualmente, a igreja evangélica se depara com um fenômeno conhecido como “Movimento Apostólico” ou nomenclaturas parecidas para denominar os “ungidos” e “soberanos” de algumas denominações. Mas fica a questão: – Existe legitimidade bíblica para esta auto-afirmação apostólica?

Para responder satisfatoriamente a esta pergunta, torna-se necessário situarmos os apóstolos do ministério pessoal de Jesus, no escopo universal da Igreja. Quando procedemos assim descobrimos que aquele ministério apostólico e os próprios apóstolos, estão restritos a uma época única na História da Igreja.

Cresce o número de países que legalizam a existência do " terceiro sexo "


Cresce o número de países que legalizam a existência do " terceiro sexo "

"Adeptos do “sexo neutro” não acreditam ser nem homem nem mulher"


Em 2013, a Alemanha tornou-se o primeiro país do mundo a oferecer a opção “indefinido” para os pais registrarem seus filhos. Ou seja, aqueles que não desejavam “impor” que a criança seria homem ou mulher, podiam simplesmente marcar na opção sexo uma terceira alternativa, chamada de “X”, como na incógnita da matemática.

Padre humilha noiva evangélica e caso vai parar na delegacia.


   
Padre humilha noiva evangélica e caso vai parar na delegacia.

Um casal formado por um católico e uma evangélica tinha o desejo de se casar em duas igrejas diferentes

O padre da cidade de Eldorado (MS) está sendo acusado de humilhar uma noiva por conta de sua religião. O caso foi parar na delegacia.

Menina acorda do coma e diz que falou com Jesus.



Menina acorda do coma e diz que falou com Jesus.

Kyla Roberts tem uma mensagem: “Deus existe e o céu é de verdade”



Uma menina de 14 anos que sofreu um acidente automobilístico com sua família, ficou em coma e milagrosamente saiu do coma. Quando recobrou a consciência afirma que esteve no céu e viu Jesus.
Moradora do Oklahoma, Kyla Roberts foi ejetada do carro em março e bateu a cabeça com força no chão. Levada para o hospital, precisou fazer uma cirurgia no cérebro. Ela permaneceu em coma por um mês.

Obra em Igreja que desabou era feita por voluntários.


Obra em Igreja que desabou era feita por voluntários.


O Pastor responsável pela Igreja assumiu o erro para o Delegado.


Na semana passada uma pessoa morreu e outras ficaram feridas no desabamento da Igreja Assembleia de Deus na cidade de Diadema, na Grande São Paulo.
Em depoimento à polícia, o pastor responsável pela igreja confessou que as obras de reforma no imóvel eram realizadas por voluntários da igreja, sem a supervisão de um engenheiro.

Terrorista islâmico se converte após ir à igreja espionar



Terrorista islâmico se converte após ir à igreja espionar

“Este é o verdadeiro Deus”, afirma ex-jihadista
Terrorista islâmico se converte após ir à igreja espionar

O pastor Ghassan Thomas é mais um entre os milhares de cristãos que fugiram de Bagdá, capital do Iraque, após receber ameaças de islâmicos contra sua vida e de sua família.

21 de jun de 2016

Leão de Judá Cola, essa pode!!!

Pastor cria Leão de Judá Cola





Eu realmente posso dizer que estou vendo quase de tudo. Não é de hoje que os "evangélicos" tentam criar para si as mesmas coisas que existem no mundo secular... 

Tentam santificar o profano, abençoar o maldito, e purificar o sujo a qualquer preço e custo.

      Sejamos sinceros, como é afirmado no vídeo, que este produto que já está no mercado vejamos:

Não basta orar, é preciso procurar....


Graça e paz amados!




Hoje gostaria de comentar sobre namoro cristão, um assunto muito falado mas pouco compreendido pelos jovens não só de hoje mas de sempre...

Todos devem saber que há princípios para um namoro cristão, não é como todos fazem, todos querem, ou acham que é, deve seguir princípios e conceitos divinos para isso.

16 de jun de 2016

Haddad tira de mendigos cobertores doados por igrejas


Haddad tira de mendigos cobertores doados por igrejas

Guardas-civis aplicaram “política higienista' da Prefeitura
Haddad tira de mendigos cobertores doados por igrejas

Após cinco mortes suspeitas de moradores de rua por causa do frio na última semana, voluntários que trabalham com as pessoas que vivem nas ruas denunciaram que a GCM (Guarda Civil Metropolitana) está retirando cobertores, colchões e até pedaços de papelão que eles utilizam para se proteger do frio.As medidas determinadas pelo prefeito de São Paulo, Fernando Hadadd (PT) tem causado revolta na população de rua da maior cidade do Brasil. Ele se defende dizendo que não há “proibição expressa de recolher” pertences pessoais das pessoas sem teto, mas confirma ter dado a orientação de “não deixar favelizar praças públicas”.

15 de jun de 2016

Banda Resgate cancela show após saber que seria pago pela prefeitura



Banda Resgate cancela show após saber que seria pago pela prefeitura

A decisão da banda foi bastante elogiada pelo público nas redes sociais
     A banda Resgate resolveu cancelar a sua participação no 2º Festival Gospel de Anápolis (GO) após tomar conhecimento de que o dinheiro do evento seria um repasse da prefeitura.
A decisão foi divulgada na última sexta-feira (10) através de uma nota divulgada pela Amplitude A Produções LTDA, representante legal da banda Resgate.
Segundo a nota, os integrantes da banda não tinham conhecimento de que a Prefeitura de Anápolis era quem pagaria pelas despesas do evento no ato da assinatura do contrato.
O texto diz que a decisão de cancelar a participação do Festival tem como “objetivo de resguardar a imagem da banda” por conta dos questionamentos que a própria população tem feito a respeito deste evento que irá tirar 189 mil reais da Prefeitura.
“Ressaltamos que em nenhum momento fomos informados que o evento seria pago integralmente com verba paga pela Prefeitura da cidade”, encerra a nota que pode ser lida no site Portal 6.

Entenda o caso

O 2º Festival Gospel de Anápolis está marcado para os dias 23, 24 e 25 de junho. O evento terá as eliminatórias do concurso Gospel de Talentos e também a participação de bandas já conhecidas do cenário gospel: Banda Resgate, Kleber Lucas e Disco Praise.
Acontece que o Diário Oficial do Município do dia 3 de junho divulgou o repasse de R$ 189 mil para a realização do evento, gerando grande indignação por parte dos moradores da cidade.
Segundo o site Portal 6, a Prefeitura de Anápolis é comumente questionada a respeito dos valores dados a eventos religiosos. Em março o Município teria repassado quase R$ 150 mil para o COMEPE (Assembleia de Deus de Anápolis), UMADA (Assembleia de Deus Madureira) e para a Diocese de Anápolis.
_______________________________________________________________________
Nota do autor:
              Eu particularmente achei louvável esta atitude da Banda. Haja visto tudo o que tem se falado a respeito de dinheiro e corrupção por esses dias, o melhor é não se envolver mesmo.
              Outros dizem que foi falta de compromisso com o público que aguardava por esse show. Ora sejamos sinceros, se eles fizessem o show com certeza sairiam falando, e como não fizeram saíram falando também. Neste caso louvo a decisão que tomaram, falem mal de minhas atitudes, nunca de meu "caráter"...
by. Pr. Jeferson L. Silva

Estudo sobre Ecumenismo


Ecumenismo e a Vontade de Deus


             Parece uma coisa tão bonita. Pessoas de religiões diferentes convivendo em paz, fazendo encontros especiais, falando bem dos outros e das religiões diferentes. Temas de paz, compreensão e amor ao próximo são bons e importantes. O discípulo de Cristo deve abraçar os movimentos ecumênicos? Esta tendência representa o caminho certo para servir a Deus no século XXI?

            Neste artigo, vamos abordar as seguintes questões: 
1. O que é o ecumenismo? 
2. O que é o pluralismo? 
3. O que Deus diz sobre estas idéias? 
4. Como devemos agir diante destas tendências?

O que é o ecumenismo?

     A mesma palavra pode ter sentidos diferentes. O termo “ecumenismo” é usado de maneiras diferentes em diversos contextos. Pode se referir aos movimentos que promovem “ecumenismo cristão”, fraternidade entre as religiões chamadas cristãs. Algumas organizações procuram relações entre protestantes, outras entre católicos e protestantes, etc. Um sentido mais abrangente, chamado, às vezes, de macro-ecumenismo, representa movimentos para paz, tolerância e união entre as diversas religiões – católicos, protestantes, budistas, hinduístas, judeus, muçulmanos, etc.

      Estes movimentos envolvem vários níveis ou aspectos. Manchetes falam de reuniões entre líderes religiosos para promover a tolerância e a compreensão. Várias organizações religiosas, às vezes, juntam forças para realizar obras sociais e culturais. Outras iniciativas buscam minimizar diferenças teológicas e doutrinárias, dizendo que as diversas religiões são boas e igualmente válidas e que todas buscam os mesmos benefícios para os homens.

       Podemos ver um exemplo que ilustra o objetivo de tais iniciativas no trabalho do Centro Ecumênico de Serviços à Evangelização e Educação Popular (CESEP). Conforme o site dela na Internet, esta organização oferece um curso que inclui “Panorama histórico de espiritualidade nas tradições religiosas: cristã, islâmica, budista, africana, indígena e wiccana com participação em celebrações religiosas....e participações em celebrações religiosas nas tradições: hinduísta e judaica”. Um participante do curso recentemente escreveu: “E como é parte do diálogo, no qual eu acredito, podemos durante o curso participar de momentos celebrativos das diversas religiões, entre elas: Umbanda, Candomblé, Judaísmo, Islamismo, Budismo e Hinduísmo.” Ele cita as regras do ecumenismo apresentadas no curso, uma delas dizendo: “Eventualmente, cada participante do diálogo deveria ter uma experiência da religião do outro – por dentro” (Antônio Ryscak, da Igreja Anglicana).

O que é o pluralismo?

      O pluralismo é integralmente interligado ao ecumenismo. É a idéia de não existir verdade absoluta, assim aceitando “verdades” divergentes como igualmente válidas. Se aplicasse a mesma noção na sala de aula, uma professora elogiaria um aluno que respondesse que 2 + 2 = 4, e daria a mesma aprovação para outro que dissesse que 2 + 2 = 8. Cada um tem a sua própria verdade.

      No “ecumenismo cristão”, pessoas de igrejas diferentes aplicam o pluralismo para decidir que algumas doutrinas são essenciais, enquanto outras são sujeitas à interpretação, tradição e opiniões próprias. Desta maneira, podem achar essencial acreditar na morte e ressurreição de Jesus, mas não importante aceitar o que ele diz sobre o batismo. Podem dizer que é importante acreditar em Jesus, mas não precisa, necessariamente, acreditar nos milagres ou nos ensinamentos dele.

        No “macro-ecumenismo”, o pluralismo iguala tantas doutrinas diferentes que as únicas verdades universais são algumas noções muito generalizadas. Por exemplo, é importante promover a paz, o amor e a felicidade dos seres humanos. Passando destas idéias básicas, já entrariam em conflito.

       Em geral, quanto mais abrangente o ecumenismo, menor a “verdade”.

O que Deus diz?

      Quando ecumênicos procuram aprovação de Deus, sempre destacam o amor dele, que é uma característica importantíssima da natureza divina (1 João 4:8). Mas, para tentar justificar a união do sagrado com o profano, esquecem da santidade dele, um outro aspecto fundamental de seu caráter (Apocalipse 4:8). O ecumenismo depende de uma teologia desequilibrada.

     No Velho Testamento, Deus sempre exigia pureza, santificação e separação das outras religiões. Antes de subir a Betel (casa de Deus), a família de Jacó teve que lançar fora seus “outros deuses” (Gênesis 35:2). Deus falou para Israel não ter nenhum outro Deus (Êxodo 20:1-3), e exigia uma intolerância absoluta em relação aos outros (falsos) deuses (Êxodo 22:20; 23:24). Adoração de qualquer outro deus é vista como desvio do Senhor (Êxodo 32:8; Juízes 2:12; 10:6). Josué insistiu na importância de servir somente o Deus verdadeiro, rejeitando os falsos deuses dos outros povos (Josué 24:14-15). Homens fiéis recusavam servir outros deuses, mesmo quando foram ameaçados de morte (Daniel 3:18).

     No Novo Testamento, Deus exige a mesma pureza e santificação. Servir falsos deuses é voltar á escravidão (Gálatas 4:8-9). Por isso, devemos nos guardar dos ídolos (1 João 5:21; 1 Coríntios 10:14), pois a idolatria é um pecado que impede acesso ao reino de Deus e leva à condenação eterna (1 Coríntios 6:9-11; Apocalipse 21:7-8). Os ensinamentos da Nova Aliança não somente condenam a idolatria, mas toda e qualquer forma da impureza (2 Coríntios 6:14 - 7:1). Qualquer um que nos incentiva a aceitar doutrinas que não vêm de Jesus Cristo deve ser rejeitado (Gálatas 1:6-11; 2 João 9).

Como devemos agir?

   Podemos ser pessoas santas num mundo influenciado pelo pluralismo e o espírito ecumênico? Como viver para agradar a Deus neste ambiente de compromisso e desrespeito pela verdade única que ele revelou? Consideremos alguns princípios bíblicos que mostram o que devemos fazer: 

   1. Procurar viver em paz com todas as pessoas, amando como Jesus amou (Romanos 12:18)
   
   2. Seguir a doutrina revelada por Jesus e seus apóstolos, como o fizeram os primeiros discípulos (Atos 2:42; Efésios 4:14-15)

   3. Pregar a mensagem da salvação oferecida exclusivamente por meio de Jesus (Atos 4:12)

   4. Conhecer e pregar o único caminho à salvação por meio de Jesus Cristo crucificado (1 Coríntios 2:1-5; 2 Timóteo 4:1-4)

   5. Rejeitar aqueles que ensinam outras doutrinas (Romanos 16:17-18);

   6. Manter a nossa separação e santidade (1 Pedro 1:16; Hebreus 12:14).

A importância da escolha certa

     A pesar das palavras suaves de líderes de diversas igrejas e religiões, o servo de Deus precisa escolher entre o certo e o errado. Os verdadeiros líderes espirituais – as pessoas escolhidas por Deus para guiar o seu povo – não apoiam o pluralismo e o ecumenismo.

● Moisés, o libertador dos israelitas, não foi ecumênico (Deuteronômio 30:15-20). 
● Josué, o homem que guiou o povo na conquista da terra prometida, não foi ecumênico (Josué 24:14-15). 
● O apóstolo Pedro não foi ecumênico (Atos 2:36; 4:12). 
● O apóstolo Paulo não foi ecumênico (Colossenses 2:20 - 3:4). 
● Jesus Cristo, o Filho de Deus, não é ecumênico (Mateus 7:13-14).

Amor ao próximo

     Rejeitar o pluralismo e o ecumenismo não reflete falta de amor. O verdadeiro amor busca a verdade (1 Coríntios 13:6), e sabe que a verdade nos liberta (João 8:32). Não salvaremos ninguém se tornarmos “cúmplices nas obras infrutíferas das trevas” (Efésios 5:11). Se tivermos amor, falaremos e seguiremos a verdade, pois assim alcançaremos a salvação e conduziremos outros à mesma bênção da comunhão eterna com o único e verdadeiro Deus (Efésios 4:15; 1 Timóteo 4:16). Se você ama a Deus e ama ao próximo, não seja enganado pelas falsas e perigosas noções do pluralismo!


fonte: Estudos da Bíblia.

_________________________________________________________________________

Nota do autor do blog.

    No meu ponto de vista um estudo bem elaborado e que abrange de forma clara e sucinta o tema.
              
   Nos dias de hoje muito se tem falado de amor, mas pouco se sabe à respeito dele, julgamos que Deus ama como nós pensamos, e na verdade Deus não ama apenas o ser humano, mas quer amar suas atitudes e pensamentos também e principalmente suas escolhas
   
   Se pensarmos em um Deus apenas de amor, desmerecemos todos os seus demais atributos como , Longânimo, Justo, Fiel e etc.

      Afinal, tudo em nossa vida é baseado em escolhas... Qual é a sua?
Eu escolho Deus, sua Palavra, seu Querer, seus Ensinamentos e vontade.

Que Deus te abençoe hoje e sempre.

by. Pr. Jeferson L. Silva



   

O começo do Ecumenismo??? O que você pensa à respeito?

Cantores católicos e evangélicos gravam DVD “Somos Um”

Projeto que prega unidade dos cristãos terá participação de Asaph Borba

Nesta sexta (10), ocorrerão nos estúdios da TV Século 21 a gravação do DVD “Somos Um”, um projeto que deseja promover a unidade dos cristãos. Além do cardeal Arcebispo Dom Orani Tempesta, do Rio de Janeiro, e do padre Douglas Pinheiro (assessor para o diálogo ecumênico da Diocese de Osasco), participam os cantores católicos como Tony Allyson e Olívia Ferreira, entre outros.
Também foi anunciada a participação dos cantores evangélico pastor Asaph Borba e o bispo Bené Gomes, da Sara Nossa Terra. Não foram divulgadas as músicas que farão parte do espetáculo. O material de divulgação afirma que serão “releituras de canções de grandes nomes da música católica e evangélica”.
O idealizador do projeto é Izaías Carneiro, fundador da Comunidade Coração Novo, no Rio de Janeiro. Ele trabalha há 25 anos com a Equipe de Serviço do Encontro de Cristãos em Busca da Unidade e da Santidade (ENCRISTUS).  O DVD recebeu o apoio da CNBB por meio de seu representante, Dom Francisco Biasin, e do idealizador e fundador da Comunidade Canção Nova, o Monsenhor Jonas Abib.
A Rede 21 afirma que estarão presentes “padres e pastores de diversas cidades do Brasil”.  Seu objetivo é levar adiante o pedido que o papa Francisco faz à Igreja, “de pensar como família, preservando – cada um – a sua identidade e colhendo os frutos da diversidade, pela mística do amor, o qual tudo reconcilia”.
Não é a primeira vez no Brasil que um padre e um pastor cantam juntos em público. Mesmo assim, a maioria dos evangélicos parece não concordar. Afinal, quando os católicos querem ser membros de uma igreja evangélica precisam ser batizados novamente. Anos atrás causou grande debate o encontro no palco entre o padre Fabio de Melo e a pastora Ludmila Ferber.
Assista:
________________________________________________________________________________
Graça e paz a todos!
        Vou postar um estudo que fiz a um tempo, citarei a fonte também sobre o Ecumenismo.
by. Pr. Jeferson L. Silva